o perdão de Deus

O Perdão de Deus

“Bemaventurado aquele cuja iniquidade é perdoada, cujo pecado é coberto. Bemaventurado o homem a quem o SENHOR não atribui iniquidade e em cujo espírito não há dolo.” (Salmos 32.1,2).“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro.” (Isaías 43.25).“Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidade se lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.”(Miquéias 7.19).

A. DEUS PERDOA.

“E, passando o SENHOR por diante dele, clamou: Senhor, SenhorDeus compassivo, clemente e longânimo e grande em misericórdia e fidelidade;que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniquidade,a transgressão e o pecado, ainda que não inocenta o culpado, e visita a iniquidade dos pais nos filhos e nos filhos dos filhos, até à terceira e quarta geração!” (Êxodo 34.6,7). Faz parte da essência de Deus o querer perdoar. Ele se entristece com os nossos pecados, pois sabe das consequências danosas que eles nos trazem, por isso busca e cria oportunidades para trazer seu perdão, para que uma vez livres deste mal terrível, possamos desfrutar sempre de sua comunhão. O que Deus mais deseja é nos ver livres de uma vez por todas do pecado e suas consequências.

B. A CONFISSÃO E O PERDÃO.

“Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados,ele (Deus) é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificarde toda injustiça.” (1 João 1.8,9). A Bíblia afirma categoricamente que Deus não despreza um coração que se quebranta peranteEle: “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus.” (Salmos 51.17). Isto significa que todas as vezes que nos humilharmos peranteDeus e confessarmos nossos pecados, Ele nos perdoará.

C. A GRAÇA NO PERDÃO.

A graça de Deus é a fonte geradora de seu perdão. Graça é favor imerecido. Deus, movido pela sua bendita graça, nos perdoa todas as vezes que buscamos seu perdão. Ainda que sejamos o mais vil de todos os pecadores, há graça suficiente em Deus para que seu perdão nos alcance em toda extensão de nossos pecados. O Apóstolo Paulo escreveu: “Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado, superabundou a graça, a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor.” (Romanos 5.20,21).

E. NOSSA RESPOSTA AO PERDÃO.

Nossa primeira resposta deve ser o querer ser limpo do pecado, através do arrependimento. Em segundo lugar precisamos nos dirigir a Deus em atitude humilde buscando o perdão, através de uma confissão sincera. “Se confessarmos os nossos pecados, ele (Deus) é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1 João 1.9).